Archive for the ‘Espaço Cultural’ Category

Hilda Hilst O Espírito da Coisa

maio 29, 2009
de 8/5/2009 a 28/6/2009
sextas às 21h30, sábados às 21h e domingos às 19h
HILDA HILST – “O Espírito da Coisa”
ESTREIA DIA 08 DE MAIO DE 2009
Monólogo sobre a vida e obra da escritora com a atriz Rosaly Papadopol e direção de Ruy Cortez contou com consultoria literária do escritor José Mora Fuentes, presidente do Instituto Hilda Hilst e parceiro da escritora
O espetáculo teatral HILDA HILST – “O Espírito da Coisa” baseado na vida e obra da escritora que estréia no dia 08 de maio às 21hs, abre a programação do Projeto homônimo idealizado pela atriz Rosaly Papadopol, em homenagem a escritora, com a curadoria de José Mora Fuentes, Rosaly Papadopol e Ruy Cortez
O objetivo deste projeto é homenagear Hilda Hilst – uma das maiores escritoras da língua portuguesa. A estreia do espetáculo Hilda Hilst –“O Espírito da Coisa” é o ponto central desta homenagem que contará ainda com uma exposição, mostra de filmes, palestras, recital de música, espetáculos teatrais convidados e leituras dramáticas. O Projeto ocupará o charmoso Teatro do Centro da Terra em São Paulo no período entre 08 de maio e 28 de junho. A cada semana, durante esse período, acontecerão além da temporada do espetáculo, eventos em homenagem à escritora, sempre aos sábados às 18h. (confira a programação completa abaixo do serviço)
Resultado da pesquisa iniciada em 1998 pela atriz Rosaly Papadopol, o projeto conta com a colaboração de vários profissionais, entre eles; José Luiz Mora Fuentes, escritor, parceiro pessoal e profissional da escritora e Presidente do Instituto Hilda Hilst; do dramaturgo José Antônio de Souza, do roteirista e editor de vídeo Gaspar Guimarães e do diretor Ruy Cortez.
Ficha Técnica do Espetáculo
Concepção e Atuação: Rosaly Papadopol
Direção: Ruy Cortez
Participação especial: Antonio Abujamra (VOZ em OFF de Apolônio – pai de Hilda Hilst)
Dramaturgia: Gaspar Guimarães
Coordenação de Dramaturgia: José Antônio de Souza
Consultoria Literária: José L. Mora Fuentes.
Cenografia: André Cortez
Figurino: Anne Cerrutti
Iluminação: Fábio Retti
Direção Musical: Tunica
Música especialmente composta: Édson Tobinaga
Cenotécnico e Adereçista – Cesar Rezende
Visagismo: Westerley Dornellas –
Projeto Gráfico: Dado Motta
Ilustração para material gráfico: Olga Bilenky
Fotografia: João Caldas
Gravação em Vídeo/ Teaser/ Clip: Gustavo Haddad
Pesquisa: Rosaly Papadopol(colaboradores – Gaspar Guimarães e Ruy Cortez)
Assessoria de Imprensa: Adriana Monteiro
Assistência de Produção e Logística: Barbara Thire
Direção de Produção: Maria Betania Oliveira
Realização: SAMADHI PRODUÇÕES
Apoio Cultural: Instituto Hilda Hilst
Ingressos – No teatro – Sextas das 19:30h às 21:30hs; Sábados das 18h às 21h e Domingos das 17h às 19h
Espetáculos de sexta às 21:30hs, sábados às 21hs e domingos às 19hs
Ingressos R$ 20,00 (sextas) R$ 40,00 (sábados) R$ 30,00 (domingos)
Duração: 60 min – Gênero: Drama – Não recomendável p/ menores de 16 anos
Capacidade: 100 lugares – Acesso universal – Vendas antecipadas: http://www.ingressorapido.com.br (tel: 4003-1212). Estacionamento ao lado.
A Exposição
Ao invés de simplesmente transportar os objetos pessoais de Hilda Hilst para uma exposição, o desafio da curadoria de Graziela Kunsch foi pensar em formas de tradução desse espaço íntimo para o espaço expositivo, além de disponibilizar para consulta uma biblioteca com toda a obra de Hilda e materiais correlatos. Para tanto, foram convidadas as artistas Rochelle Costi, Leya Mira Brander e a pintora Olga Bilenky, amiga pessoal de Hilda que hoje vive na Casa do Sol e irá mostrar seus desenhos para o livro de poemas A via espessa.
Um vídeo criado por Elaine César a partir de fotos, objetos, desenhos, agendas e vários escritos de Hilda que pertencem hoje ao acervo do Instituto Hilda Hilst e do CEDAE-Centro de Documentação Cultural Alexandre Eulálio da Unicamp complementam a exposição.
Ficha Técnica da Exposição
Curadoria: Graziela Kunsch
Artistas Convidadas: Rochelle Costi; Olga Bilenky, Leya Mira Brander
Vídeo-Designer: Elaine César
Iluminação: Fábio Retti
Ambientação Sonora: Edson Tobinaga e Tunica
Apoio Cultural: Instituto Hilda Hilst
Serviço da Exposição:
Ingressos gratuitos
Sextas das 19h às 21h; Sábados das 18h às 21h e Domingos das 17h às 19h.
Estacionamento ao lado.
Ficha Técnica do Projeto HILDA HILST “O Espírito da Coisa”
Idealização: Rosaly Papadopol
Curadoria: José Mora Fuentes, Rosaly Papadopol e Ruy Cortez
Gravação em Vídeo: Gustavo Haddad
Blog: Camila Sartorelli
Assistente de Produção e Logística: Barbara Thire
Direção de Produção: Maria Betania Oliveira
Assessoria de Imprensa: Adriana Monteiro
Realização: Samadhi Produções
Apoio Cultural: Instituto Hilda Hilst
abraços
Aida Schwab, psicanalista
Skype : psicanalistaaida

De 8/5/2009   até  28/6/2009 – de sextas às 21h30, sábados às 21h e domingos às 19h.

Monólogo sobre a vida e obra da escritora com a atriz Rosaly Papadopol e direção de Ruy Cortez contou com consultoria literária do escritor José Mora Fuentes, presidente do Instituto Hilda Hilst e parceiro da escritora

O espetáculo teatral HILDA HILST – “O Espírito da Coisa” baseado na vida e obra da escritora que estréia no dia 08 de maio às 21hs, abre a programação do Projeto homônimo idealizado pela atriz Rosaly Papadopol, em homenagem a escritora, com a curadoria de José Mora Fuentes, Rosaly Papadopol e Ruy Cortez

O objetivo deste projeto é homenagear Hilda Hilst – uma das maiores escritoras da língua portuguesa. A estreia do espetáculo Hilda Hilst –“O Espírito da Coisa” é o ponto central desta homenagem que contará ainda com uma exposição, mostra de filmes, palestras, recital de música, espetáculos teatrais convidados e leituras dramáticas. O Projeto ocupará o charmoso Teatro do Centro da Terra em São Paulo no período entre 08 de maio e 28 de junho. A cada semana, durante esse período, acontecerão além da temporada do espetáculo, eventos em homenagem à escritora, sempre aos sábados às 18h. (confira a programação completa abaixo do serviço)

Resultado da pesquisa iniciada em 1998 pela atriz Rosaly Papadopol, o projeto conta com a colaboração de vários profissionais, entre eles; José Luiz Mora Fuentes, escritor, parceiro pessoal e profissional da escritora e Presidente do Instituto Hilda Hilst; do dramaturgo José Antônio de Souza, do roteirista e editor de vídeo Gaspar Guimarães e do diretor Ruy Cortez.

Ficha Técnica do Espetáculo

Concepção e Atuação: Rosaly Papadopol
Direção: Ruy Cortez
Participação especial: Antonio Abujamra (VOZ em OFF de Apolônio – pai de Hilda Hilst)
Dramaturgia: Gaspar Guimarães
Coordenação de Dramaturgia: José Antônio de Souza
Consultoria Literária: José L. Mora Fuentes.
Cenografia: André Cortez
Figurino: Anne Cerrutti
Iluminação: Fábio Retti
Direção Musical: Tunica
Música especialmente composta: Édson Tobinaga
Cenotécnico e Adereçista – Cesar Rezende
Visagismo: Westerley Dornellas –
Projeto Gráfico: Dado Motta
Ilustração para material gráfico: Olga Bilenky
Fotografia: João Caldas
Gravação em Vídeo/ Teaser/ Clip: Gustavo Haddad
Pesquisa: Rosaly Papadopol(colaboradores – Gaspar Guimarães e Ruy Cortez)
Assessoria de Imprensa: Adriana Monteiro
Assistência de Produção e Logística: Barbara Thire
Direção de Produção: Maria Betania Oliveira
Realização: SAMADHI PRODUÇÕES
Apoio Cultural: Instituto Hilda Hilst

Ingressos – No teatro – Sextas das 19:30h às 21:30hs; Sábados das 18h às 21h e Domingos das 17h às 19h
Espetáculos de sexta às 21:30hs, sábados às 21hs e domingos às 19hs
Ingressos R$ 20,00 (sextas) R$ 40,00 (sábados) R$ 30,00 (domingos)
Duração: 60 min – Gênero: Drama – Não recomendável p/ menores de 16 anos
Capacidade: 100 lugares – Acesso universal – Vendas antecipadas: www.ingressorapido.com.br (tel: 4003-1212). Estacionamento ao lado.

A Exposição
Ao invés de simplesmente transportar os objetos pessoais de Hilda Hilst para uma exposição, o desafio da curadoria de Graziela Kunsch foi pensar em formas de tradução desse espaço íntimo para o espaço expositivo, além de disponibilizar para consulta uma biblioteca com toda a obra de Hilda e materiais correlatos. Para tanto, foram convidadas as artistas Rochelle Costi, Leya Mira Brander e a pintora Olga Bilenky, amiga pessoal de Hilda que hoje vive na Casa do Sol e irá mostrar seus desenhos para o livro de poemas A via espessa.

Um vídeo criado por Elaine César a partir de fotos, objetos, desenhos, agendas e vários escritos de Hilda que pertencem hoje ao acervo do Instituto Hilda Hilst e do CEDAE-Centro de Documentação Cultural Alexandre Eulálio da Unicamp complementam a exposição.

Ficha Técnica da Exposição

Curadoria: Graziela Kunsch
Artistas Convidadas: Rochelle Costi; Olga Bilenky, Leya Mira Brander
Vídeo-Designer: Elaine César
Iluminação: Fábio Retti
Ambientação Sonora: Edson Tobinaga e Tunica
Apoio Cultural: Instituto Hilda Hilst

Serviço da Exposição:
Ingressos gratuitos
Sextas das 19h às 21h; Sábados das 18h às 21h e Domingos das 17h às 19h.
Estacionamento ao lado.

Ficha Técnica do Projeto HILDA HILST “O Espírito da Coisa”

Idealização: Rosaly Papadopol
Curadoria: José Mora Fuentes, Rosaly Papadopol e Ruy Cortez
Gravação em Vídeo: Gustavo Haddad
Blog: Camila Sartorelli
Assistente de Produção e Logística: Barbara Thire
Direção de Produção: Maria Betania Oliveira
Assessoria de Imprensa: Adriana Monteiro
Realização: Samadhi Produções
Apoio Cultural: Instituto Hilda Hilst

Anúncios

O fingidor

abril 7, 2009

50 razões para rir

abril 7, 2009

50_convite1_web

A Liberdade do Homem Contemporaneo = o Sujeito lacaniano

abril 7, 2009

Por ocasião do Ano da França no Brasil, a Aliança Francesa realiza, em parceria com a FNAC, sessões de cinema francês até novembro – um domingo por mês -, no Reserva Cultural.
Antes de cada projeção, sempre haverá uma breve apresentação em português sobre o filme e de seu lugar na produção cinematográfica francesa contemporânea.

A mostra terá três ciclos, cada um dedicado a um tema. O primeiro retrata a diversidade e dilemas do ensino oficial hoje na França. “O objetivo do Cineclube é disseminar a cultura francesa de uma forma acessível a todo o tipo de público. Nosso primeiro ciclo é inspirado no lançamento do filme Entre os muros da escola”, lembra Ligia Ferreira, diretora de cultura da Aliança Francesa de São Paulo e responsável pelo projeto.
O ingresso custa cinco reais e dá direito, além da sessão, a um café da manhã da Pain de France.

Serviço
Local: Reserva Cultural
Endereço: Av. Paulista, 900 – São Paulo/SP
Horário: 10h café da manhã, início da sessão às 11h
Ingressos: R$ 5, que dá direito, além da sessão, a um café da manhã
Dias: 29 de março (A Esquiva), 26 de abril (Quando tudo começa…) e 24 de maio (Ser e ter…)

Programação

29 de março
A Esquiva (França, 2004)
Legendado

De Abdelattif Kechiche (A Culpa de Voltaire, O segredo do grão). Elenco: Osman Elkharraz, Sabrina Ouazani, Sara Forestier. Comédia dramática em cores. Duração 117′. Censura 12 anos. * Filme ganhador de 5 César (o “Oscar francês”), incluindo o de Melhor Filme e Melhor Diretor.

Sinopse: Na periferia de Paris, Lydia declama versos de uma peça clássica de Marivaux, para apresentação de sua turma na escola.  Abdelkrim, ou “Krimo”, filho de imigrantes, arrasta seu tédio e descobre subitamente o amor. Introspectivo, como se declarar à garota? O que Krimo não ousa dizer, Marivaux fará em seu lugar! Mas o texto se torna uma verdadeira tortura para Krimo, apavorado com as dificuldades da peça e a exigente professora de francês. Em meio a impasses culturais e afetivos, Krimo encontrará as palavras e o jeito certo para expressar seus sentimentos?

Apoio:
Cinemateca – Embaixada da França

26 abril
QUANDO TUDO COMEÇA… (França, 1999)
Legendado

De Bertrand Tavernier (A filha de D´Artagnan, A vida e nada mais). Elenco: Philippe Torreton, Maria Pitarresi, Nadia Kaci, Françoise Bette. Duração: 117´ Censura 12 anos *Prêmios da Crítica Internacional e do Júri Ecumênico – Festival de Berlim 1999

Sinopse: Num tom semi-documental, este drama conta a história de Daniel Lefebvre, professor de uma comunidade pobre no Norte da França. Mesmo aconselhado a não se envolver com os problemas de seus alunos, ele não consegue ficar indiferente à miséria, às atitudes do governo e aos dramas familiares.
Apoio: Imovision

24 de maio
Ser e ter… (França, 2002)
Legendado

Documentário de Nicolas Philibert (O País Louvre, O país dos surdos)Duração: 107′ Censura: Livre * Documentário de maior bilheteria de todos os tempos na França.

Sinopse:
Em tom intimista e sinceridade comovente, retrata o fenômeno francês das escolas de uma turma só, aqui situada numa fascinante região rural da Auvergne. Dez crianças, de 06 a 14 anos, acompanhadas por um professor às vésperas da aposentadoria aparecem todos como personagens completos, envoltos em emoções, anseios, frustrações. Próximo do “cinema-verdade”, porém com experimentações estéticas, inovando no gênero, obteve sucesso histórico na França, onde foi visto por mais de 1,5 milhão de pessoas.
Sobre a Aliança Francesa

Fundada em 1883, a Aliança Francesa é a única instituição reconhecida internacionalmente pelo Ministério da Educação da França para o ensino do idioma, além de ser a única autorizada a emitir os certificados DELF/DALF, reconhecidos em toda a União Européia. Sua missão é não apenas ensinar o francês, mas também disseminar a cultura e civilização francófona. Em São Paulo desde 1934, tem atualmente sete unidades na cidade e conta com mais de 10 mil alunos matriculados. Por isto, é considerada uma das cinco maiores Alianças Francesas do mundo.
Acesse http://www.aliancafrancesa.com.br/

Conheça e partcipe!

março 3, 2009

Desenhar , fazer croquis, criar maquetes dos espaços de Sujeito – é uma das tarefas da clinica-escola OFICINa DE PSICaNáLISE LaCaNIaNa.

Aqueles capazes de difundir a Cultura: enviem-nos divulgações e apresentação de peças, leituras teatrais, saraus, diálogos, horários e locais de aulas, palestras presenciais ou à distância… Considere, participe!